Ação Comunitária é a primeira ONG contemplada pela agência norte-americana fora dos EUA e Inglaterra; projeto dedicado e histórico com projetos sociais foram decisivos

 

A Moody’s, uma das maiores agências de classificação de risco de crédito do mundo realiza pela primeira vez, por meio de sua fundação – Moody´s Foundation – , o investimento em uma ONG localizada fora do eixo EUA-Europa. O Projeto Numeramento, da Ação Comunitária, organização social localizada em São Paulo, será contemplado com um aporte de US$ 92 mil da Moody´s.

A ONG chamou a atenção da agência internacional pelo histórico de dedicação a projetos sociais e por um especificamente focado no raciocínio lógico-matemático sob a perspectiva do Numeramento, tema alvo da Fundação. “A doação da Moody’s Foundation à Ação Comunitária nos permitirá não apenas criar uma nova metodologia de desenvolvimento social, mas também dará uma maior exposição a outros mercados. O Brasil fez muitos avanços nos últimos anos, mas organizações como a nossa ainda têm muito a alcançar com recursos limitados. O apoio da Moody’s Foundation, com seu histórico de atenção aos programas educacionais inovadores, também ajudará a aumentar nossa visibilidade internacional ampliando nossas atividades de captação de fundos”, ressalta Oscar Linhares Ferro, presidente da Ação Comunitária.

Concebido para ser uma solução complementar aos baixos resultados que os jovens brasileiros apresentaram no PISA, o projeto tem duração de 18 meses, atenderá 250 jovens de 15 a 18 anos na região sul da cidade de São Paulo, proporcionando vivências de acesso a informações e conteúdos compatíveis com as melhores práticas mundiais. PISA é um programa internacional de avaliação de estudantes, conduzido pela OECD, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Parte da metodologia a ser empregada no projeto será desenvolvida pela própria ONG. “A diversidade do cenário brasileiro exige que mesmo as melhores ideias sejam adaptadas ao contexto local, no caso a formação dos educadores, um diferencial da Ação Comunitária”, afirma Ferro.

O investimento será realizado pela Moody’s Foundation, braço social da empresa que foca no apoio a projetos de educação, matemática, economia e finanças, saúde, arte, cultura, cidadania e desenvolvimento econômico. “Estamos orgulhosos por respaldar programas inovadores que a Ação Comunitária e o Worldfund criaram para melhorar a qualidade da educação em São Paulo, pois estes programas ilustram o comprometimento da Moody’s Foundation no apoio à educação de alta qualidade como ponto de partida para maior oportunidade econômica em comunidades de todo o mundo”, disse Frances Laserson, presidente da Moody’s Foundation.

Os resultados do projeto e a metodologia adotada serão documentados para serem divulgados e implantados em escala e em outras organizações sociais. A Ação Comunitária trabalha para a inclusão social crianças, adolescentes e jovens por meio do trabalho socioeducativo e socioassistencial, promovendo acesso à cultura, educação e ao trabalho. Em 2013 mais de 4.500 educandos participaram de projetos socioeducacionais, com idades de 0 a 29 anos.

 

SOBRE A AÇÃO COMUNITÁRIA:

Fundada em 1967, a Ação Comunitária do Brasil – SP é uma organização auditada, que luta contra a exclusão social por meio do trabalho de desenvolvimento comunitário com famílias, cursos profissionalizantes para jovens até 29 anos e educação para crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, em bairros de alta vulnerabilidade da cidade de São Paulo. Mais informações no site: http://www.acomunitaria.org.br/