Entidade do Ministério da Saúde, CONITEC, que analisa os pedidos feitos para incorporação de novos medicamentos e procedimentos no SUS, abre Consulta Pública à população sobre medicamento de tratamento de Câncer de Mama

Até o próximo dia 16 de setembro, está aberta a Consulta Pública Nº33/2013 que trata da incorporação do medicamento everolimo, utilizado também em mulheres com câncer de mama avançado ou recidivado, no período da  pós-menopausa. Diante disso, o Instituto Espaço de Vida convoca a população para o importante ato de envio de contribuição à Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (CONITEC), para que pacientes tenham acesso ao tratamento do câncer de mama avançado por meio deste remédio.

De acordo com o médico oncologista do CPO (Centro Paulista de Oncologista) e editor da Revista Brasileira de Oncologia, Daniel Gimenes, “o everolimo é um medicamento de suma importância para o tratamento de câncer de mama avançado, pois é possível postergar o uso da quimioterapia o que proporciona maior qualidade de vida ao paciente durante o tratamento. Porém, é importante advertir para as reações do medicamento como aumento no nível de glicose, vômitos, pneumonite entre outros, mas esses sintomas são altamente medicáveis”.

Para a fundadora do Instituto Espaço de Vida, e ex-paciente de CA de mama, Christine Battistini, “o everolimo é uma alternativa eficiente, após 15 anos sem inovações. A sociedade não pode mais aceitar que o melhor tratamento para o câncer de mama avançado não seja oferecido pelo SUS. Todos têm direito a ter acesso a o que há de melhor. Estamos falando em vida, e a Vida não tem preço”.

Segundo dados da própria CONITEC e do GEBCAM (Grupo Brasileiro de Estudos de Câncer de Mama), 4.412 pacientes são elegíveis ao tratamento hoje. Estimativas apontam que existam 222.249 casos de câncer de mama no país. De acordo com um levantamento feito pela Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp), dentre as pacientes, 95% desenvolverão câncer de mama avançado ou metastático após o primeiro tratamento.

O câncer de mama é o segundo câncer em numero de diagnóstico no mundo, com uma estimativa de mais 1,15 milhão de novos casos a cada ano. Em levantamento feito pelo INCA (Instituto Nacional do Câncer), apenas no ano passado, 52.680 novos casos foram descobertos no Brasil. Esta é a segunda doença em causa de mortalidade feminina, atrás apenas da hipertensão arterial.

Brasil e diagnóstico precoce

No Brasil, o diagnóstico precoce do câncer de mama ainda é um desafio. Metade dos pacientes é diagnosticada já na fase avançada e têm uma batalha ainda maior para acesso aos tratamentos efetivos. As linhas de tratamento para o câncer de mama são variadas, e dependem do perfil de cada paciente. Pode-se aplicar a cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e terapia-alvo, por exemplo. “A paciente na fase avançada sofre pela negligência da incorporação de novos tratamentos e abordagens, que lhe ofereceriam melhor qualidade de vida, além de sobrevida livre de progressão da doença”, reforçou a presidente do Instituto.

Como fazer sua contribuição à CONITEC

            O Instituto Espaço de Vida exemplifica como pode ser feita a contribuição por qualquer pessoa da sociedade à incorporação do medicamento.

  1. Acessar o site de contribuição para a Consulta Pública Nº33/2013:  http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=12531
  1. Preencher os dados de cadastro em que todas as informações serão preservadas e não divulgadas;
  1. 3.    Escrever o texto de contribuição. Como o exemplo dado pelo Espaço de Vida: “Convivo ou convive com o Câncer de Mama há …… anos. Após ler o relatório disponível… ou após conversar com meus médicos …ou após ler uma notícia….ou após ler o exposto nos estudos clínicos que apresentam o  benefício da utilização do  everolimo associado a um inibidor de aromatase comparado  ao que temos disponível no  SUS,  o everolimo preenche a falta de tratamento eficiente. Aliado à tecnologia para identificação de pacientes esse tratamento beneficia e traz uma nova etapa para o tratamento de pacientes que não tiveram sucesso com terapias anteriores.”  
  1. 4.    Para ler o relatório da CONITEC que gerou a  Consulta Pública Nº33/2013 a população deve acessar o link: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/Relatorio_Everolimo_Cmama_91_CP.pdf

Sobre o Instituto Espaço de Vida

A ideia do Espaço de Vida é que pacientes e médicos bem informados resultam em qualidade de vida, mesmo depois do diagnóstico de doenças dos mais diversos tipos. O Instituto surgiu da história de sua fundadora, Christine Battistini, ao enfrentar o câncer de mama. “Durante o período de diagnóstico foi difícil encontrar informação consistente e atualizada voltada à pacientes. As orientações eram desencontradas e escassas na comunidade brasileira”, explica Christine. O conteúdo principal do Instituto sobre doenças, como câncer de mama, câncer renal, metástase óssea e acromegalia, é apresentado em tópicos de saúde, que explicam desde o surgimento da enfermidade até seu tratamento, com vídeos e entrevistas exclusivas de especialistas para cada tema (realizadas pelo próprio Instituto). Acesse www.espacodevida.org.br