Neste sábado, 14 de julho, acontece o seminário gratuito da IMF (Fundação Internacional do Mieloma da América Latina) para pacientes e familiares e as inscrições já estão abertas pelo site www.myeloma.org.br. Durante o evento serão apresentados também os avanços no tratamento do mieloma, segunda doença mais frequente entre os cânceres de sangue.

Para falar sobre o tema, estarão presentes a médica Prof. Dra. Vânia Hungria (Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, presidente do Conselho Cientifico da IMF), a Dra. Mariza Schamm (Hospital São Lucas da PUCRS Porto Alegre Brasil) e o Dr. Flavo Beno Fernandes (Hospital Moinhos de Vento). Todos os participantes receberão material informativo e o encontro encerrará com um almoço de confraternização.

O Mieloma Múltiplo é um câncer da medula óssea complexo, causado pelo crescimento descontrolado de células plasmáticas, atacando e destruindo o osso. Embora os idosos sejam os mais atingidos, pessoas jovens também contraem a doença, sendo que, a incidência é de aproximadamente cinco casos para cada 100.000 habitantes, com uma estimativa de 15 mil casos novos ao ano. Embora exista tratamento, ainda não há cura.
No Brasil, a IMF luta pela aprovação de um novo medicamento que já é aprovado em mais de 80 países da Europa e América do Norte, a lenalidomida. “Além de seminários realizados por todo o país, como este que acontece agora em Porto Alegre, o movimento ganha força com a criação da página do Apoia Brasil no facebook”, conta a fundadora da IMF, Christini Battistini. A cada “curtir” será computada uma assinatura virtual para o abaixo-assinado que será apresentado para o governo mais uma vez, mas com muito mais pessoas apoiando.

Mário Celso Rodrigues é um dos pacientes que precisa de um tratamento mais eficaz e que, como a maior parte deles, não tem acesso. Portador de mieloma múltiplo desde o final de 2010, Mario já recorreu diretamente à ANVISA. “Recebi uma orientação de que, caso eu comprovasse a necessidade do fármaco, receberia uma guia para, por meios próprios, importar o produto. Se a ANVISA não reconhece a lenalidomida como essencial aos portadores de mieloma múltiplo, por que daria uma guia de importação?”, indigna-se o paciente, em nome de todos os demais que conhecem a solução para melhorar a qualidade de vida, mas não tem alcance a ela.

Este é um dos assuntos que será discutido no Seminário com especialistas e pacientes locais. O evento é aberto e a inscrição deve ser feita antecipadamente.

SERVIÇO
Seminário para Pacientes & Familiares IMF em POA

Data: Sábado, 14 de julho de 2012.
Horário: das 8h30 às 13h
Local: Sheraton Porto Alegre Hotel
Endereço:  Rua Olavo Barreto Viana, 18 – Moinhos de Vento

Inscrição pelo telefone (11) 3726.5037 ou pelo site: www.myeloma.org.br .

Sobre a IMF
Enquanto não existe cura conhecida para o mieloma, médicos tem muitas formas de ajudar os pacientes com mieloma a viver mais e melhor. A International Myeloma Foundation -IMF foi fundada em 1990 por Brian e Susie Novis logo após o diagnóstico do mieloma de Brian aos 33 anos de idade. Hoje a IMF possui mais de 185.000 membros em todo o mundo.

A IMF LATIN AMERICA foi fundada em 2004 por Christine Jerez Telles Battistini, filha de uma paciente que, por oito anos, travou dura luta contra a doença, e Dra. Vânia Tietsche de Moraes Hungria, médica hematologista, Professora Adjunta da Disciplina de Hematologia e Oncologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e membro do Conselho Científico da International Myeloma Foundation desde 1998.

É a IMF Latin América quem traz aos pacientes e à comunidade médica da America Latina os mesmos serviços hoje disponíveis nos Estados Unidos, Europa e Japão, como Seminários para Pacientes & Familiares e Conferências clínicas e científicas para médicos.
www.myeloma.org.br