Fundação Internacional do Mieloma faz alerta com o intuito de promover a mobilização sobre diagnóstico e conscientização do Mieloma Múltiplo

Para incentivar a mobilização da população sobre a importância de prevenção do Câncer, o dia 08 de abril foi instituído como Dia Mundial de Luta Contra o Câncer. Para celebrar esta data, a Fundação Internacional do Mieloma – IMF (International Myeloma Foundation Latin America, em inglês), reforça e insiste na conscientização do diagnóstico precoce do mieloma, um câncer incurável, mas com boas possibilidades de tratamento e sobrevida, que atinge mais pessoas do que a leucemia.

Christine Battistini, presidente da IMF, destaca também o empenho da entidade em prol dos pacientes com mieloma espalhados pelo mundo. A entidade investe em pesquisas sobre a doença, formação de grupos de apoio, informação atualizada e de fácil entendimento, seminários para pacientes e profissionais da saúde. Embora os idosos sejam os mais atingidos, pessoas jovens também sofrem da doença, estudos da IMF estimam 17 mil novos casos por ano no Brasil.

“O mieloma representa 10% de todos os cânceres de sangue e apresenta sintomas que podem ser facilmente confundidos, como dores nas costas, desidratação e anemia. Muitas pessoas convivem com a doença sem saber. Quando é diagnosticada, costuma estar em estado avançado”, alerta Christine. O exame mais utilizado para o diagnóstico é um processo chamado de Eletroforese de Proteínas Séricas, um exame com característica simples, de baixo custo e que pode ser incorporado no check-up da população.

 

Como a IMF pode ajudá-lo?

A IMF se dedica à melhoria da qualidade de vida dos pacientes com Mieloma e com base neste conceito, oferece algumas ações importantes, como:

  • Kit Informativo impresso e gratuito com informações sobre Mieloma, opções de tratamento e gerenciamento da doença;
  • Portal na internet – www.myeloma.org.br – que apresenta informações atualizadas sobre o tratamento, avanço de pesquisas, acesso, direitos e deveres do paciente, eventos e programas;
  • Seminários para Pacientes e Familiares, que são encontros educacionais com objetivo de informar, fortalecer pacientes e seus familiares.
  • Os profissionais da saúde têm acesso às informações técnicas por meio de conferências clinicas e científicas, bem como, mesas redondas.
  • Acesso ao tratamento – orientação e direcionamento ao paciente, com o intuito de adquirir sempre, o melhor tratamento disponível, seja por meio de medicamentos ou não.

Mais informações podem ser obtidas no site: http://www.myeloma.org.br/

Sobre a IMF

Enquanto não existe cura conhecida para o mieloma, médicos tem muitas formas de ajudar os pacientes com mieloma a viver mais e melhor. A International Myeloma Foundation -IMF foi fundada em 1990 por Brian e Susie Novis logo após o diagnóstico do mieloma de Brian aos 33 anos de idade. Hoje a IMF possui mais de 185.000 membros em todo o mundo.

A IMF LATIN AMERICA foi fundada em 2004 por Christine Jerez Telles Battistini, filha de uma paciente que, por oito anos, travou dura luta contra a doença, e Dra. Vânia Tietsche de Moraes Hungria, médica hematologista, Professora Adjunta da Disciplina de Hematologia e Oncologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e membro do Conselho Científico da International Myeloma Foundation desde 1998.

É a IMF Latin América quem traz aos pacientes e à comunidade médica da América Latina os mesmos serviços hoje disponíveis nos Estados Unidos, Europa e Japão, como Seminários para Pacientes & Familiares e Conferências clínicas e científicas para médicos.